Alternativas do software livre aos monopólios digitais (Quinta)

Depois de uma aventura de carro pela capital, pois foi a primeira vez que me aventurei a vir para estas bandas com o meu “punto”, decidi que este não é definitivamente o meu mundo (não estou habituado a tanto semáforo). Como tinha algumas coisas a resolver por aqui, decidi ficar dois dias e aproveitei e dei um pulo à Fábrica Braço de Prata à conferencia Alternativas do software livre aos monopólios digitais.

Na quinta, foi a apresentação do SPIP pelo Philippe Rivière – jornalista do Le Monde diplomatique e co-autor do software livre SPIP – um CMS orientado para a publicação de textos, (parecido com blogger e wordpress) mas com uma interface e uma gestão espectacular.

É realmente muito bom comparado com outros sistema de publicação, pois este é especificamente orientado para o mundo jornalístico, é divisível em varias secções, permite gestão de versões (se duas pessoas estiverem a alterar o mesmo artigos, ambas são guardadas), permite uma completa gestão de edição de artigos (proposto, revisto, aprovado e publicado por ex.) personalizável, entre muitas outras funcionalidades que podem ser inseridas, como por exemplo “onload automatic forms”, o clica e edita, na própria página de visualização.

Deixo aqui uma personalização que pode ser usada, integrando skins xhtml e php com SPIP:

<BOUCLE_artigos (ARTICLES) {par date} {inverse} {0,10}>

<h1>#TITRE</h1>

<div>#INTRODUCTION</div>

<a href=”#URL_ARTICLE”>ler o artigo</a>

</BOUCLE_artigos>

Sim, porque o projecto é francês, o (pseudo) código “a lá” wiki também o é, no entanto é fácil e simples de entender. É sem duvida um CMS que vou experimentar mais tarde.

Deixe uma resposta

two × four =