Curriculum Vitae Europass

Acabei, depois de quase 3 horas e meia de volta do meu curriculum, migrei da versão antiga, retirada de um modelo antigo, para o novo modelo definido pela União Europeia, o CV Europass. Verdade seja dita que à primeira não gostei muito do modelo, achei-o confuso e desorganizado, mas por fim concluí que é exactamente o contrário, muita da informação que achava inútil, afinal faz todo o sentido.

Tentei manter-me o mais fiel ao modelo e às regras, mas tenho por mania melhorar um pouco o aspecto gráfico, e foi o que fiz, não só no texto, como também para facilitar a leitura. Acho que por aí o modelo peca um pouco, quando se tem muito informação na experiência profissional e nas habilitações, as caixas tendem a confundir-se e misturar.

No sítio que acima referi pode-se descarregar (para Microsoft e para Open Office/Open Document) o modelo, as instruções e 2 exemplos, seguem abaixo as ligações.

[Ligações actualizadas a 3 | Nov | 2010]

10 Replies to “Curriculum Vitae Europass”

  1. Também já fiz o meu curriculum vitae segundo o europass, mas usei o LaTeX, foi facil e ficou um pouco organizado e conciso, aconselho a usar o LaTeX com o europass para o curriculum, foi facil e muito personalizavel.

  2. Bem, eu tenho o meu CV feito em LaTeX com a classe LaTeX resume, por causa das vantagens óbvias, mas ando, desde que vi uma apresentação sobre microformatos na XTech’06, a pensar migrá-lo para passar a tê-lo no microformato hResume, que também traz muitas outras vantagens além de ser um formato standard. Existe um hresume creator que inclui um hResume Ping Service…

    Isto tudo para juntar ao facto de achar o formato CV Europass muito limitativo.

  3. Americo Vaz Portugal Windows XP Mozilla Firefox 2.0.0.4 says:

    Bem eu também estou agora a migrar para este novo formato. Na realidade utilizava um modelo, velhinho do Word, talvez da versão office.4.3 (já nem me consigo lembrar…), o qual era muito parecido com este. Aliás parece que poucas coisas mudaram. Mas, não está mal, como nova roupagem UE ou EU.

  4. Caro Américo Vaz.
    Obviamente o CV Europass passou agora a ser um standard e baseou-se em modelos já existentes.
    Faz muito bem em mudar, se queremos ser competitivos e credíveis, e se há modelos, porque não usa-los?
    Hoje em dia, felizmente, muitas empresas portuguesas exigem CV Europass.

  5. Lurdes Silva Portugal Windows XP Internet Explorer 7.0 says:

    Muito obrigada pelas dicas, 5estreslas o teu blog!!!

  6. ana cristina Portugal Windows XP Google Chrome 12.0.742.91 says:

    estou a preparar uma candidatura ao mestrado em antropologia e fui aconselhada a fazer o cv em europass. tenho tido dificuldades em organizar a informação de 22 anos de experiencia profissional na àrea da saude e alguma experiencia de ensino, nos parametros europass,.
    será que alguém me pode dar algum conselho?

  7. Cara Ana
    A melhor ajuda que lhe posso dar é sem duvida orientar-se pelo meu. Tome-o como exemplo e siga as instruções dadas pelo ficheiros orientadores da Europass.

  8. Catarina Brazil Windows Vista Google Chrome 11.0.696.60 says:

    Vou prestar concurso para docente e em busca de informação sobre como ”atuar” ante uma banca de examinadores, vi esta informação

    “Uma boa dica é organizar os documentos comprovatórios exatamente na ordem e na numeração em que cada item aparece no edital. Quando eu prestei concursos para titular fiz um estilo LaTeX que gera uma numeração configurável para cada entrada do memorial, e repliquei essa numeração nos sacos plásticos que compunham as pastas de documentos”.

    Esse Europass me permite esse recurso? A banca ”aprecia” muito CV’s organizados desta forma como sugere este professor.
    Tenho só uma semana para faze-lo.
    Aguardo por uma boa dica.

    Abraços,
    Catarina

  9. Catarina Brazil Windows Vista Google Chrome 11.0.696.60 says:

    Esqueci de dizer..Aqui, no Brasil, todo pesquisador e/ou professor está obrigado a preencher seu CV dentro dos moldes do Lattes, uma plataforma criada por um dos órgãos de pesquisa, com fins a gerar uma base de dados de CV’s de docentes, em sua maioria. Nao sei como articular esta tal plataforma com o LaTeX ou outro sistema de editoração.

  10. Cara Catarina.
    Sei o que é mas não estou muito familiarizado. É já um standard para documentação técnica e cienífica. Todas as informações que disponho provém daqui http://www.latex-project.org/. Para decarregar, é só ir por aqui http://www.latex-project.org/ftp.html .

Deixe uma resposta

16 − 5 =